Jam Poetry Sessions

CONVERSAS DE IMPROVISO ENTRE A VIVÊNCIA POÉTICA E A MÚSICA

As jam poetry sessions propõem uma imersão e viagem cênicas pelo universo da poesia dos meus livros. O corpo e o palco como outros espaços de poesia, poesia em movimento, a espraiar as páginas. A cada sessão, convido um músico diferente a aventurar-se comigo sem ensaios prévios, para juntos improvisarmos uma conversa irrepetível de escuta e fusão entre a vivência poética e os instrumentos.

Em 2019, enceno — como solo e como jam poetry session — o universo clandestino e multi-atlântico do livro outono azul a sul, tendo por fio condutor o exílio, ou o lugar de erro — geográfico ou taquicárdico.

Em 2020, durante a quarentena mundial, inicio jam poetry sessions online já dentro do universo do tesserato, meu segundo livro  não por acaso sendo ele uma reunião de tentativas poéticas sobre a suspensão e o deslocamento na imobilidade.


da jam poetry session confinada
portuguesia [live 2020]



jam poetry session live aconteceu no dia 31 de maio de 2020, na sala virtual do Midrash Centro Cultural [canal youtube], ao vivo. Uma viagem exclusiva em meio ao isolamento da pandemia, a vivência poética — de momentos dos livros "tesserato" e "outono azul a sul" — de mãos dadas ao músico Fábio Nin.





das jam poetry sessions
outono azul a sul [2019]











As jam poetry sessions estrearam no Midrash Centro Cultural, no Rio de Janeiro, em setembro de 2019, em parceria com músicos convidados — um diferente a cada sessão.




do solo
outono azul a sul [2019]


O solo estreou no Sesc Palladium, em Belo Horizonte, a 15 de maio de 2019 — um convite no âmbito do Eixo de Culturas Populares & Mês da Língua Portuguesa. E evoluíu para uma temporada de jam poetry sessions no Midrash Centro Cultural, no Rio de Janeiro, em setembro de 2019, em parceria com músicos convidados.



Fotos do solo: Henrique Chendes \ Sesc MG
© carolina floare boreaz, 2010-2021. Design flordelua. Tecnologia do Blogger.